Content

O que você precisa saber antes de correr a São Silvestre?

Está chegando o dia da competição mais esperada do ano: A São Silvestre!

Postado: 18, Dezembro 2019

A prova que ocorre no dia 31 de Dezembro, reúne mais de 30 mil corredores, entre eles brasileiros e estrangeiros. Se você perguntar para algum corredor qual é a sua meta de fim de ano, grande parte deles mencionará a famosa corrida de São Silvestre.

Apesar do longo e desafiador percurso, a emoção durante a corrida é grande. 

Por isso, separamos algumas dicas para quem deseja curtir ao máximo esta grande festa do esporte. Confira!

 

  • Use protetor solar, bonés e/ou viseiras. A largada acontece de manhã, mas até o final da corrida o sol estará mais forte.

 

  • Atenção redobrada às condições do asfalto. Ao longo dos 15 km há muitos buracos e imperfeições.

 

  • Nada de estrear tênis novo durante a prova – use um que tenha bom amortecimento e que você já tenha usado antes. O calçado deve conter uma estrutura firme no calcanhar, assim como um bom sistema de amortecimento, já que a prova é longa e o impacto grande. Use roupas confortáveis, que permitam a transpiração.

 

  • Nem só de subidas e descidas constitui-se o percurso da São Silvestre. Existem também as curvas, que devem ser levadas em conta no treinamento. Elas obrigam o corredor a variar o ritmo por um curto espaço de tempo entre as desaceleração e aceleração após contorna-las. Os treinos de tiro ajudam nesse sentido também.

 

  • Procure beber água em todos os postos de hidratação ao longo do percurso. Se estiver muito quente, jogue um pouco de água na cabeça.

 

  • Especialistas indicam pensar na prova em três partes: 

Do Km 1 ao Km 6 – a prova é predominantemente em declive (descida) e o atleta deverá controlar o seu passo para não ir em um ritmo mais forte do que o normal. Qualquer erro nessa fase inicial será crucial para o restante da prova.

 

Do Km 6 ao Km 12 – o percurso se torna praticamente plano. É neste momento que o corredor poderá controlar melhor seu ritmo.

 

A partir do Km 12 – Aqui começa a famosa subida da Brigadeiro, que se estende por 1800m até bem próximo da linha de chegada. A dica para essa etapa é inclinar o corpo levemente a frente, diminuir a amplitude da passada e aumentar o movimento de braço. Com isso, será mais fácil encarar a subida mais temida do percurso.

Boa sorte a todos e feliz 2020!

Dev

SouzaOliveira Publicidade

Seu Pedido
0

Você não tem itens
no seu pedido

Continuar Comprando